Um dia na vida do muçulmano

 
Louvado seja Deus, Senhor do Universo, que a paz e as bênçãos de Deus estejam sobre seu Nobre Profeta, sua família, seus companheiros e sobre todos os muçulmanos até o dia do Juízo Final. 
 
Queridos irmãos, a vida passa muito rapidamente e a cada dia que termina o ser humano perde uma parte da sua existência aproximando-se cada vez mais da morte. Desse modo, podemos saber o valor de cada dia que se passa de nossa vida.
 
Um sábio chamado Al Hasan Al Basri mencionou que quando o dia nasce este diz ao homem: “Ó filho de Adão, eu sou um dia novo e sou testemunha de suas ações; aproveite-se de mim porque eu não voltarei até o Dia do Juízo Final”.
 
A pergunta mais importante agora é: como passamos o nosso dia? Será que nós estamos aproveitando o dia da forma como Deus quer? Vamos hoje saber como um muçulmano deve agir para aproveitar o seu dia da melhor forma.
 
O Islam nos ensina que um muçulmano ao abrir os olhos de manhã ao acordar deve falar “Graças a Deus” e fazer esta súplica que o Profeta Muhammad (SAAS) nos ensinou: “Louvado seja Deus que nos fez viver depois de nos fazer morrer; por certo que o retorno será a Ele”. O muçulmano deve agradecer a Deus por receber um novo dia e uma nova oportunidade de viver. E antes do sol nascer, o muçulmano deve rezar a oração da alvorada, uma obrigação que muitas pessoas não cumprem hoje em dia.
 
O Profeta Muhammad (SAAS) disse que a sua nação soubesse a recompensa das orações do Fajr e do Ichá, ela iria à mesquita mesmo engatinhando.
 
As cinco rezas, além de ser adorações, são também métodos de organizações no dia do muçulmano; ele sabe a que horas precisa se levantar (antes do Fajr) e também o horário adequado para ir dormir (após o Ichá).
 
O Profeta (SAAS) nos diz que a saída para o trabalho após o Fajr é o momento mais adequado pois as primeiras horas do dia é um período abençoado para o início das nossas atividades; é importante não esquecer de fazer a súplica que o Profeta (SAAS) nos ensinou ao sair de casa.
 
Seguem agora algumas das orientações ao se sair de casa: saudar as pessoas ao encontrá-las; ter atitudes otimistas; se você for negociante, seja honesto; se você é funcionário, seja pontual e dedicado às suas atividades. 
 
Ao término do trabalho, dedique um tempo para ficar com a sua família; o Profeta (SAAS) nos falou que cada um de nós é responsável por sua família. É importante sentar-se com sua esposa e seus filhos e conversar com eles. Há uma história de um pai que nunca tinha tempo para conversar com seu filho; sempre que este tentava um diálogo, seu pai se recusava dizendo que tinha muito trabalho para fazer e lhe dava uma quantia em dinheiro para que seu filho fosse embora. Certa vez, quando seu filho lhe pediu novamente atenção, o pai lhe disse o quanto valia 1 hora de seu tempo em dinheiro. O filho então juntou todo o dinheiro que ganhou em todas as tentativas de diálogo até chegar no valor da hora de trabalho de seu pai e foi lhe pagar para poder ter 1 hora de sua atenção; foi então que o pai percebeu o mal que estava fazendo ao seu filho.
 
Há muitas pessoas que, infelizmente, ao entrar em casa preferem assistir ao seu programa favorito de TV, ficar na internet ou se distrair com outros tipos de entretenimento esquecendo-se assim das suas responsabilidades com a sua família.
 
Queridos irmãos, além das adorações obrigatórias temos muitas voluntárias que podemos praticar no dia. Certa vez o Profeta (SAAS) perguntou aos seus companheiros quem deles havia acordado e estava fazendo jejum; Abu Bakr respondeu que estava naquela situação. O Profeta então perguntou se algum deles tinha ido visitar algum doente; Abu Bakr respondeu positivamente. Então o Profeta perguntou se alguém naquele dia tinha participado do funeral de um muçulmano; então, Abu Bakr novamente respondeu que ele tinha feito aquela ação. O Profeta então perguntou quem deles havia feito uma doação; Abu Bakr novamente disse “sim”. O Profeta então disse que só um homem que pertencia ao Paraíso poderia cumprir todas aquelas tarefas no mesmo dia. 
 
Meus irmãos, não podemos nos esquecer que o nosso corpo e a nossa alma também têm direitos sobre nós. Dessa forma, temos de cuidá-los com atividades físicas e dar-lhes o descanso diário necessário para manter uma boa saúde. Um outro conselho que os psicólogos nos recomendam é que não sobrecarreguemos nossa mente com as dores do passado e com as preocupações excessivas com o futuro, pois isso não nos permite que consigamos as conquistas diárias.
 
Queridos irmãos, suplicamos a Deus que nos ajude a aproveitar e valorizar o nosso dia com sabedoria, para que possamos cumprir nossas obrigações com Deus, com o trabalho, com a família, com o nosso corpo e com a nossa alma.
 
Sheikh Mohamad Al Bukai
21/05/2010


Voltar



UNI União Nacional Islâmica
Telefones
(5511) 3227-9660
(5511) 3227-8663
uni@uniaoislamica.com.br

Imprensa
Núcleo de Jornalismo da UNI:
e-mail: imprensa@uniaoislamica.com.br

© Copyright 2012.
Todos os direitos reservados.